Orientação para Elaboração de Currículo

Orientação para Elaboração de Currículo

Para que o currículo seja um instrumento eficaz de apresentação do profissional no mercado, é necessário dedicar tempo e cuidado à sua elaboração.

A linguagem utilizada deve ser clara e objetiva e a apresentação, “enxuta”, não ultrapassando três páginas.

  • Algumas sugestões para facilitar sua confecção:
    • a. Nome completo do profissional – preferencialmente no alto da página.
    • b. Endereço residencial completo – não esquecer de números como CEP, DDD, e caso não tenha telefone, coloque o número para recados e o nome da pessoa que irá ser responsável pela comunicação.
    • c. Dados pessoais – Exemplo: Brasileiro, casado, 1 filho, 30 anos.
    • d. Objetivo – Este item merece uma atenção especial, pois além de escrever o cargo que se pretende ocupar, deve-se enfatizar a área de atuação do profissional.
    • e. Formação e cursos de aperfeiçoamento – Neste item o importante é o nome do curso e a instituição em que foi realizado. Os cursos de aperfeiçoamento devem seguir a mesma regra, tendo, porém, o cuidado de não serem relacionados cursos em excesso ou fora do perfil profissional.
    • f. Idiomas – Caso o profissional conheça algum, ele deve ser mencionado com o grau de conhecimento. Ex: Inglês – Nível básico
    • g. Experiência profissional – Inicia-se a descrição pela mais recente, contendo:
      • “Ano de entrada e saída” + Nome da empresa
      • Cargo ocupado
  • Uma breve descrição da atividade desenvolvida e dos resultados obtidos é necessária para que não surjam dúvidas quanto ao perfil.
  • A partir das atividades descritas e dos resultados obtidos, você estará diferenciando-se de outros profissionais.
  • Como o currículo deve ser um resumo de atividades profissionais, é muito importante refletir sobre todos os dados que serão incluídos.
  • Após o resumo da última empresa, passa-se, seguindo a mesma forma, para a empresa anterior e assim sucessivamente.

 

Os currículos atualmente possuem as seguintes características básicas:

  • No máximo 2 ou 3 páginas
    • variam de acordo com a extensão da experiência do candidato ou da necessidade de inclusão de itens técnicos, por exemplo.
  • Na primeira página um cabeçalho contendo:
    • nome do candidato (em destaque)
    • endereço para contato
    • dados pessoais:
    • idade, estado civil, número de filhos, nacionalidade etc. (a decisão pela inclusão de um ou de outro item varia de acordo com o candidato e as características de seu mercado de trabalho – POR EXEMPLO: NATURALIDADE, SE FOR PARA UMA VAGA EM REGIÃO DE SUA ORIGEM)
  • Objetivo profissional
    • abaixo do cabeçalho em destaque
    • descrição de experiência profissional
    • de acordo com o candidato, pode ser feita: cronologicamente a partir do último emprego, por cargos, por empresas sem datas, privilegiando a formação, a experiência técnica ou gerencial etc.
  • Na segunda (ou terceira) página:
    • Formação
      • Dados sobre a escolaridade superior, cursos de especialização, pós-graduação, especiais, técnicos etc. (Também aqui a escolha das informações a serem incluídas varia de acordo com o candidato).
    • Outras informações
      • Conhecimentos de línguas, de computadores, viagens, características especiais etc.

Ainda que siga esta forma básica, cada currículo deve ter um resultado especial. Assim, elabore seu currículo tendo em mente seu objetivo e procure colocar as informações por ordem de importância.

Informe primeiro as suas realizações/conquistas, atividades mais significativas e mais diretamente relacionadas com o cargo desejado, depois inclua as informações acessórias que podem ser úteis.

Não procure esgotar as informações; escreva o suficiente para informar e despertar o interesse.

Faça tudo tendo em vista direcionar seu currículo para o objetivo profissional que você traçou inicialmente.

  • Sua Imagem
    • Para o empregador potencial, você é – no primeiro momento – aquilo que seu currículo apresenta
    • Seja sucinto, claro, objetivo, mas completo nas informações relevantes. Cuide bem da forma gráfica do currículo

O que não colocar no currículo

  • Filiação: Informações como o nome e idade dos filhos
  • Números de documentos
  • Cursos em excesso ou cursos fora do perfil profissional
  • Linguagem confusa ou rebuscada
  • Descrições muito detalhadas
  • Assinatura
  • Pretensão salarial – caso a vaga não exija
  • Título “currículo vitae” ou “currículo”

 

Importante

Todos os dados do currículo devem ser precisos e verdadeiros, pois muitas empresas checam as informações na entrevista. Informações agressivas ou pouco éticas não devem ser usadas.

E se eu não tiver nenhuma experiência?

  • Caso achar importante, acrescente o tópico adicional “Competências Comportamentais” no seu currículo e coloque nele suas virtudes e tudo aquilo que você considera ser positivo em seu comportamento no âmbito profissional.

 

FONTE: http://g1.globo.com/

ABAIXO ALGUNS MODELOS DE CURRÍCULOS…

03  MODELOS DE CURRÍCULOS